Planejamento Financeiro – Como Fazer o Seu

Pense em seus principais objetivos para o futuro e imagine a sua vida daqui a cinco anos.

Talvez você não faça ideia do que quer e de onde quer chegar, mas não se preocupe, isso acontece com a maioria das pessoas.

Saber o que quer da vida pode parecer bem difícil para muita gente, mas com autoconhecimento você vai saber identificar com clareza o que você quer para o seu futuro.

Mas, de uma forma ou de outra, eu tenho certeza de que estar em uma boa situação financeira faz parte dos seus planos, não é mesmo?

E, para que isso aconteça, você precisa ter um bom planejamento financeiro o quanto antes.

Por isso, você vai encontrar neste artigo algumas dicas para você saber por onde começar a planejar a sua vida financeira e da sua família.

como ter um bom planejamento financeiro

Planejamento financeiro

Com um bom planejamento financeiro você aumenta e muito as chances de realizar os seus objetivos para o futuro.

Quando você coloca os seus planos no papel é mais provável que consiga realizá-los do que os mantendo em sua mente.

Documentar os seus objetivos para o futuro por escrito o torna mais comprometido e disposto a realizá-los, mas, se você mantiver esses objetivos em sua mente, vai acabar esquecendo ou perdendo a vontade de agir.

Então, se você ainda não fez o seu planejamento financeiro, está na hora de fazê-lo.

Por incrível que pareça, o mais difícil em um planejamento financeiro é começar. Então, não perca mais tempo, não deixe para depois e faça hoje mesmo o seu planejamento financeiro para ter a vida que deseja.

Um dos pontos importantes para o planejamento é saber como investir dinheiro.

Planejamento financeiro pessoal

Veja a seguir algumas dicas de como fazer o seu planejamento financeiro.

Dica #1 Tenha uma motivação

O primeiro passo para criar um planejamento financeiro pessoal é encontrar um motivo pelo qual você vai escolher dedicar um pouco do seu tempo para planejar.

Você precisa saber quais os benefícios que esse planejamento vai trazer para a sua vida.

Então, concentre-se naquilo que você deseja conquistar no futuro e na vida que você quer ter.

Tenha em mente que esse planejamento financeiro pessoal vai te ajudar a chegar mais perto da realização dos seus sonhos

Dica #2 Crie uma reserva de emergência

Reserva de emergência é um valor separado exclusivamente para situações inesperadas e que não fazem parte dos gastos previstos no seu orçamento, como uma despesa médica, desemprego, conserto do carro, reparos na casa, etc.

Essa reserva deve representar o total de suas despesas mensais durante aproximadamente seis meses.

Dica #3 Crie um orçamento pessoal

Para conseguir realizar os seus planos para o futuro é necessário saber usar bem o seu dinheiro e, para isso, ter um orçamento pessoal vai te auxiliar a não gastar tudo o que ganha.

Comece anotando todas as entradas e saídas do seu dinheiro. Dessa forma, você vai conseguir identificar para onde o seu dinheiro está indo e poderá cortar gastos desnecessários que você nem percebia antes.

O orçamento financeiro nada mais é do que saber com o que você está gastando o seu dinheiro.

Confira abaixo como você pode distribuir os seus rendimentos, de maneira adequada:

  • 55% para o essencial;
  • 10% para a aposentadoria;
  • 5% para a educação;
  • 20% para os seus objetivos (curto, médio e longo prazos);
  • 10% livre.

Dica #4 Liste todos os seus sonhos

Pense em tudo que você quer conquistar e escreva uma lista com todos esses sonhos.

Pense em tudo o que é muito importante para você e coloque tudo isso em ordem de prioridade.

Não importa quais sejam os seus sonhos e a prioridade deles para você. Eles são seus e somente você sabe exatamente a importância que eles possuem em sua vida.

Dica #5 Determine um prazo para a realização de cada objetivo

Depois de criar uma lista com todos os seus sonhos e objetivos em ordem de prioridade, está na hora de determinar um prazo para concretizá-los.

Não precisa ter uma data exata para realizar cada objetivo, mas você precisa ter uma ideia clara de quando pretende conquistar aquilo que deseja.

Isso é muito importante para que você possa determinar como vai investir o seu dinheiro.

Dica #6 Determine um valor para cada objetivo

Depois que você listou cada objetivo que pretende alcançar e definiu um prazo para a realização deles, é hora de determinar um valor para cada objetivo da sua lista.

Assim como para o prazo, não é necessário ser exato em relação ao valor que vai ser gasto em cada item da sua lista.

Dica #7 Revise o seu planejamento financeiro pessoal

Defina um prazo para revisar todo o seu planejamento financeiro.

É muito importante fazer a revisão do seu planejamento financeiro pessoal pelo menos uma vez por ano. Mas, caso seja melhor para você, revise a cada três ou seis meses.

O importante é manter o seu planejamento financeiro sempre atualizado e ajustado, de acordo com a realidade daquele momento.

Planejamento financeiro familiar

O planejamento financeiro familiar é extremamente importante para manter os gastos da casa sob controle.

Com um planejamento familiar você conseguirá concretizar os sonhos e planos de quem você mais ama.

Em meio a um cenário onde mais da metade das famílias brasileiras estão endividadas, tenha controle das finanças do seu lar, para não fazer parte dessa triste estatística.

Além disso, grande parte dos conflitos familiares envolvem problemas financeiros.

Mas não adianta culpar uns aos outros, os erros financeiros de uma família geralmente envolvem todos os membros.

Da mesma forma que os erros são de todos, o planejamento também precisa envolver todos os membros da família.

Além de conseguir controlar os gastos, uma família que faz um planejamento financeiro consegue equilibrar os gastos e os ganhos.

Mas o planejamento só será eficiente se todos os envolvidos colaborarem, pois não adianta um economizar e o outro viver gastando dinheiro com bobagem.

Benefícios do planejamento financeiro familiar

São inúmeros os benefícios que um planejamento financeiro familiar traz para o bem-estar de todos. Veja alguns exemplos:

  • Quitação de dívidas;
  • Construção de patrimônio;
  • Educação garantida para os filhos;
  • Casa própria;
  • Compra ou troca de carro, etc.

Organize o dinheiro da sua família

Comece a organizar a renda familiar para ter controle e conseguir realizar os objetivos importantes para todos.

  • Junte os ganhos e gastos da família;
  • Pare de fazer dívidas;
  • Negocie as dívidas existentes;
  • Diminua os gastos;
  • Aumente a renda familiar;
  • Defina objetivos de curto, médio e longo prazos;
  • Invista uma parte da renda.

Dicas eficientes

#1 Pague à vista

Sempre que puder, opte por fazer os pagamentos à vista, evitando usar o cartão de crédito.

O cartão deve ser sempre usado com sabedoria e somente quando necessário, o que geralmente não acontece com a grande maioria das pessoas.

Além de evitar os juros das parcelas do cartão de crédito, fazer pagamentos à vista pode render bons descontos, o que pode fazer bastante diferença no orçamento familiar.

Procure pagar as compras do supermercado, roupas e todos os gastos fixos mensais à vista, deixando o cartão de crédito somente para os imprevistos.

Outra coisa importante é evitar parcelar a fatura do cartão sempre que for possível, pois as taxas geralmente são muito altas, o que não é nada bom para a saúde financeira da sua família.

#2 Viva um degrau abaixo

O que isso significa? Viver um degrau abaixo é não gastar tudo o que você ganha, estabelecendo um limite, sem utilizar o valor exato dos seus ganhos.

Vou explicar:

A maioria das pessoas faz o seguinte: Ganha, por exemplo, R$:1000,00 e gasta exatamente esse valor, pensando em economizar e investir quando passar a ganhar R$:1500,00.

Mas, o que geralmente acontece é que a pessoa se acostuma com o padrão de vida e, quando ganha um pouco mais, passa a gastar 1500,00.

Respeite o seu padrão de vida, mesmo quando a situação financeira da sua família estiver mais estável, evite ao máximo gastar mais do que aquilo que está no orçamento.

No início pode parecer difícil e até sacrificante, principalmente se envolver crianças, mas isso é uma questão de tempo para se acostumar.

Quando perceber que as coisas deram uma melhorada e algum membro da família (ou mesmo você) estiver gastando além da conta, corte imediatamente, para conseguir manter o padrão de vida, sempre um degrau abaixo.

Ser uma pessoa rica significa ter dinheiro e não carros caros, objetos e roupas de luxo.

como se seguro financeiramente

Conclusão

Criar um planejamento financeiro familiar pode parecer uma bobagem para algumas pessoas, mas, se você fizer o seu e começar hoje mesmo a aplicar tudo junto, com a sua família, você vai ver quanto a realidade da sua família vai mudar para melhor.

Sem dúvida um bom planejamento estratégico traz bem-estar para toda a família.

Sem dívidas e gastos excessivos a sua família vai poder construir um patrimônio que ficará como herança para as próximas gerações, junto com a educação financeira, que é algo inestimável.

Saber controlar as finanças vai ajudar a sua família a prosperar e se estabelecer financeiramente, perpetuando a organização financeira por gerações, além de valores como valorização do dinheiro, autocontrole, visão, etc.

Se a sua família não tem controle financeiro, comece reunindo todos os membros para uma conversa franca e esclarecedora, explicando a importância do planejamento financeiro familiar e os benefícios que ele pode proporcionar para todos.

Tenho certeza de que toda a sua família vai concordar em ter uma vida financeira estável e bem estruturada.

  • fevereiro 15, 2019
Clique Aqui para Comentar! 0 comentários

Deixe seu Comentário: